50 Scanners de grande porte vão ajudar a terminar a digitalização de processos em Goiás.

50 Scanners de grande porte vão ajudar a terminar a digitalização de processos em Goiás.

O trabalho de digitalização dos processos físicos receberá reforço na infraestrutura com 50 novos scanners de grande porte adquiridos pelo Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO). A compra representa um aumento de mais de 200% na quantidade desses equipamentos pertencente ao patrimônio do TJGO. Atualmente, existem 22 scanners de grande porte sendo utilizados na digitalização do acervo de todo o Estado.

De acordo com o diretor-geral do TJGO, Rodrigo Leandro da Silva, o investimento feito pela gestão irá contribuir sobremaneira para acelerar o trabalho de digitalização dos processos físicos ainda existentes, o que se mostra ainda mais relevante no contexto atual, “diante da necessidade de realização de teletrabalho pelos magistrados e servidores em razão da pandemia, e ainda da recente implantação do processo eletrônico em todas as unidades judiciárias com competência criminal”.

O diretor de Informática, Anderson Yagi Costa, acrescenta que, além desse salto na vazão do serviço de digitalização, a compra faz parte das ações de modernização tecnológica do TJGO. “Toda essa modernização traz uma série de benefícios na prestação jurisdicional, como celeridade processual e acessibilidade”.

Os scanners licitados pelo TJGO são da marca Fujitsu, modelo FI-7700. O responsável pela condução dos procedimentos técnicos para a compra dos scanners, o diretor da Divisão de Suporte a Serviços de TI, Valdemar Ribeiro da Silva Júnior, explica que os scanners de grande porte são ideais para amplo volume de digitalização, pois trabalham com alta velocidade e qualidade, enquanto os scanners de mesa conseguem digitalizar com menor velocidade e uma quantidade reduzida de páginas. “Fizemos a licitação de acordo com os critérios técnicos definidos para atender a necessidade da equipe de digitalização, pois eles estão coordenando a digitalização dos processos de todas as comarcas”.

A quantidade de processos a serem digitalizados nos primeiros e segundo graus ultrapassa os 530 mil (530.078). Thiago Borges, coordenador judiciário da comarca de Goiânia e do trabalho de digitalização dos processos de todo o Estado, comemora a chegada dos equipamentos. “Os scanners de grande porte são de extrema necessidade para a eficiência da digitalização e teremos um aumento significativo na quantidade que temos hoje, pois passaremos de 22 para 72. Certamente, isso agilizará esse trabalho que é tão importante para o Poder Judiciário goiano”, acredita o coordenador.

Fonte: TJGO
WeCreativez WhatsApp Support
Nosso Time Está Aqui Para lhe Orientar!
Precisa de Orientação Jurídica?